segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Elite de heróis brasileiros


Muito me surpreendeu dias atrás ver numa das revistas semanais mais lidas no país uma capa com o Capitão Nascimento (Coronel agora, mas , não obstante o aumento de patente, pra gente fica bem melhor no ouvido o sonoro "capitão") , erguido ao posto de primeiro super-herói brasileiro !!!??? Como assim???!!!

A revista diz que os milhões que lotaram as salas de cinema do Brasil inteiro e prestigiaram o Tropa 2 estão dando uma resposta, que querem um herói que seja durão, incorruptível, espanque políticos corruptos e seja fofo e charmoso como o Wagner Moura.

Veja bem (sem trocadilhos!), na minha simples e pacata opnião de pessoa dentre essas milhões, quando fui assistir o filme, fui porque gosto de filmes brasileiros, assisti o primeiro, fiquei curiosa em ver a sequência, da qual gostei bem mais, pra falar a verdade - se bem que senti falta do ator José Miguel ,que eu queria que fizesse o contraponto do Moura. Todavia, esparsos leitores meus, eu não quero um herói assim, eu não quero um país assim, e muito menos políticos assim que precisem ser espancados. Saímos chocados e com aquela sensação de Jumento Boneco do João Ubaldo, pois o filme 2 mostra mais o sistema do que o herói , daí eu ter gostado mais, daí meu espanto com a capa.

Para completar, acho que temos já inúmeros super-heróis , se pegarmos pelo termo arquetípico da palavra. Eu sou mais João Grilo, Chicó, Bento Carneiro, Leléu da Anunciação, Lampião, Padre Cícero, Didi Mocó, o Coronel brasileiríssimo do Coronel e o Lobisomem, apegado ao galo Vermelhinho, Tiradentes, Zumbi, Lula,outros e outros, sem falar nas mulheres, infinitas.

Mas, se formos analisar bem, bem mesmo, super-herói brasileiro é o cidadão que se acorda de madrugada, pega condução apertada, trabalha muito, ganha uma miséria, come mal, tem os filhos numa escola péssima e não pode ficar doente, que não tem nem hospital, nem remédio, nem nada, e persiste e chega no próximo mês, só com a ajuda de Deus. Heróis somos nós todos, de um jeito e de outro, que buscamos paz!!!! que buscamos um basta aos preconceitos, uma melhor vida, feijão, não querer ouvir tiroteios... anônimos, no nosso dia a dia real!!!


Imagem de presente: Sam Weber-muuuuuiiiito boa

domingo, 7 de novembro de 2010

tranquilo e infalível como bruce lee


O que tanto nos encanta nessa mistura de tranquilidade e infalibilidade.Um herói ninja que com uma calma e paciência ímpares consegue destruir os mais difíceis inimigos muitíssimo facilmente. A facilidade é tanta que eles nem percebem o ataque. Sedução pura!!! Bruce Lee e os outros heróis que são como ele (tem algum?) são implacáveis, sobrehumanos, pacientes,leais extremosos, perseverantes, incansáveis perseguidores de seus ideais , portadores de uma ética especial , sutilmente e deliciosamente percebida por nós, suas barbaridades justificadas pelas barbaridades sofridas em seus passados, que os atormentam. E como...fantamas e traumas que nunca os abandonam, espreitando-os no mais leve sono, como a não deixar que fiquem tranquilos novamente, e cavalguem, e continuem, e lutem e tentem e batalhem, batalhem...
De Bruce Lee , passando por Batman, Demolidor,Elektra,Daniel-San,O-Ren Ishii e Mamba Negra até os Cavaleiros do Zodíaco, sobretudo Shiryu de Dragão, todos infalíveis, perturbados, leais, inatingíveis,mas sutis. Tão sutis, leves , que são quase invisíveis, uma timidez aterrorizante, sábia demais, tranquila e infalível!

Adoro essa imagem que coloquei hoje, é de um ilustrador chamado Hakuchi,que retrata o Japão contemporâneo, a música se chama Flower of Karnage,em japonês,é da trilha sonora do Kill Bill.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

novembrando


Quando postei aqui, não tínhamos tido nem o primeiro turno das eleições, e agora teremos uma mulher (!!!) na Presidência da República. Parece que abandonei o blog, ou me tornei relapsa com ele. Não! Não mesmo. Au contraire, o meu blog fica mais precioso pra mim a cada dia, e cada vez que escrevo, falo de mim de forma tão pessoal e transparente, que sem perceber, vou deixando de fazer, para não me expor tanto...é meio confuso,mas entendo direitinho aqui dentro.
Acho que desculpas como falta de tempo, trabalho, estudos, essas coisas não convencem muito, pois são apenas um dos aspectos. Eu que já expus o principal primeiro.

Nesses dias chuvosos e friozinhos de começo de novembro, guardo sempre um gosto de morte, com o feriado de Finados, lembranças das queridas pessoas que passaram por minha vida e que já se foram. Para elas uma prece, um fiquem bem, em paz e na luz.

Quero lembrar,também, nesse post, que o mundo ficou mais triste com a perda da generosa Zilda Arns, do magnífico Saramago e do polêmico e genial Gaiarsa, só para citar algumas das grandes perdas de 2010.

Força e Luz para todos!!!

Coloquei um link para um vídeo do Gaiarsa falando sobre o caso Nardoni (imagina!) e uma foto da Julia Pernambuco (meio macabra?).