quinta-feira, 23 de setembro de 2010

primavera


primavera começando oficialmente hoje , Brasília , seca , esturricada, com uma escassez de água no ar que me faz respirar como um peixe fora d'água, começou a alguns dias a mudar lentamente...
de minha janela vejo um ipê que sem folhas há bem pouco, já está quase inteirinho rosa!!!outros pela cidade estão amarelinhos ou amarelando ou arroxeando...é a primavera que está chegando no cerrado!!! desafiando todos os incêndios e os já 120 dias sem chuva.
renascer não é para qualquer um, renascer é para o bioma que só existe aqui no Brasil, tão misterioso, belo e forte quanto desrespeitado. se primavera é tempo de renovação, recomeço, alegrias, reanimação, mais ainda há de ser no cerrado do planalto central, tão castigado, renascendo ,literalmente, de suas cinzas, uma fênix.
se você é daqueles que acha que a esperança é a única que morre, tá na hora de conhecer o Brasil, o povo brasileiro, o centro-oeste do Brasil, o cerrado, e saber que aqui não se desiste nunca!!!
..."I carry the sun in a golden cup, the moon in a silver bag."
Estou com essa música na cabeça hoje, gosto muito dela, da Bruni, a imagem é uma 'rainha da primavera' da Dilka Bear!!! Bjs!!!!!!


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

o elefante


quando eu era pequena tudo parecia mais mágico, elefantes eram cor de rosa , mesmo que quisessem na escola que eu os colorisse de cinza, em minha cabeça eram como os do desenho Fantasia, ou Dumbo, nem sei, mais próximo de mim, com evidente certeza ficou a memória do elefante do Robertinho do Recife, melodioso, sonoro, musicalmente influenciador de nossa geração que talvez tenha sido a última que tenha ouvido música boa de qualidade quando crianças (é que depois apareceram uns programas com umas apresentadoras, tudo fajuto,com tal falta de respeito que o resultado taí até hoje, maaasss, isso é assunto para um post mais venenoso, que esse é para ter gosto de açúcar) ficou visualmente a imagem dos Trapalhões e um elefante, impagáveis, Robertinho e as crianças no coro (postei aqui). Ô gosto de saudade.
Fernanda Takai, brilhante, inteligente, regravou a musiquinha e eu coloquei aí pra gente ouvir.
Me pergunto, até que ponto o que ouvimos , sentimos , visualizamos e conhecemos sobre arte em geral, na infância, nos influencia como adultos, e como seres inteiros e não como seres da arte, como ser humano, político, filosófico, pensador.
hoje é meu aniversário, parabéns para mim, então, e aniversário de cinco meses do blog, parabéns para todos nós!!!
assim ,com açúcar e com afeto fiz meu doce predileto... um presente a mais, a imagem da Nina Pandolfo!!