terça-feira, 24 de agosto de 2010

mensagenzinha de manhã


Quero escrever algo que os deixem extasiados, apaixonados, loucos pela vida, com uma sensação de euforia. Por quê? Não sei, realmente, não sei, quem sabe, eu mesma queira essa paixão pela vida, esse entusiasmo.
Hoje, nem acordei assim, mas depois de andar pela cidade, de tomar sol, de ver tanta gente, uns felizes, outros preocupados, outros carrancudos, somos todos um conjunto só,mesmo? Me recuso a acreditar nisso. Mas se for, que esse post leve paixão pela vida, alegria, alegria, sorrisos, crença de que a vida é mais, mais,muito mais.
Um presente para vcs, essa musiquinha que eu amo!!!
A imagem é uma foto de Andrew Brooks, fotógrafo designer.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

amor incondicional


Retomando mais uma vez minhas funções neste blog, parto para a busca de perguntar a vocês o que é amor? E mais, e melhor, o que é amor incondicional?
Não se ama sempre incondicionalmente? Amar não é algo explosivo, miraculoso, tão forte, que não tem tamanho, ou condições e regras ou nos resguardamos um bocadinho de nós para nós mesmos e não nos doamos por inteiro, e se isso acontece será que é sempre?!
Fiquei ainda pensando , será que quando guardamos aquele bocadinho de nós e não nos deixamos amar totalmente, pode acontecer com a gente mesmo, amando a gente mesmo, se guardando e temendo a gente mesmo?!!! O tempo todo me parece.
O amor é algo que é condicional e incondicional ao mesmo tempo, porque é intrínseco, é visceral, é divino e humano, o amor somos nós mesmos, incondicionalmente.

Imagem de Danil Kryvoruchko, chama-se evenbrand, e música de Edgard Scandurra (sem o Ira!)